jornal impresso

Edição impressa

28 Maio 2011

Ver capas anteriores

  • Director: Octávio Ribeiro
  • Directores-adjuntos: Armando Esteves Pereira e Eduardo Dâmaso
  • Subdirector: Manuel Catarino

Gostou desta notícia?

Avaliação Contínua

O povo precisa saber

Falta apenas uma semana para as eleições mas 5 de Junho parece estar ainda a uma enorme distância. Tornou-se verdadeiramente insuportável a campanha eleitoral. Os partidos já exibiram o que têm e disfarçaram o que não podem dar.

Por:José Eduardo Moniz (jemoniz@cmjornal.pt)

 

 

 Os protagonistas colocaram na mesa as cartas que queriam, procurando furtar-se às questões embaraçosas que a crise levanta. Com franqueza ou abrigados no manto da mentira, foram esgrimidos todos os argumentos e contra-argumentos que sustentam as teses em confronto, neste ambiente de depressão colectiva. Os dias que ainda restam até à ida às urnas apenas prolongam a agonia em que o País se arrasta e são a demonstração da insensatez da nossa legislação eleitoral. Depois de meses de degradação progressiva e de semanas de confrontos políticos em que valeu tudo, quanto mais tarde se souber se o eleitorado opta pela mudança ou se prefere a demência da continuidade pior para Portugal, que já não dispõe de fôlego para quase nada.

O que está em jogo, no essencial, é perceber se os portugueses interiorizaram mesmo a necessidade de romper com um modelo de governação que ajudou a cavar o fosso em que o País se atolou, tendo em conta as circunstâncias em que qualquer Governo será obrigado a operar e que já se encontram irrevogavelmente traçadas pelos estrangeiros que, nesta semana, começaram a colocar cá o dinheiro necessário para o adiamento da bancarrota. Não há, pois, nenhuma promessa que resista ao confronto com a negra realidade que o presente nos oferece e que os três próximos anos, pelo menos, não conseguirão sacudir. É um contexto em que a verdade, a honestidade e a frontalidade se revelam requisitos que devem ser valorizados por todos, entre eles os desempregados, os que ainda têm a felicidade de ver garantido o trabalho que lhes garante o sustento e os contribuintes em geral. Para desespero de José Sócrates, a demagogia e o embuste que envolveram Portugal desabaram, sem apelo nem agravo.

Agora, é preciso agir depressa e com competência para tentar evitar que o que se passa com a Grécia, a entrar em situação desesperada, se repita connosco. Quem for Governo irá pagar um preço muito alto, daqui a quatro anos, pelo duro e patriótico trabalho que é preciso fazer. Não é, no entanto, tempo para calculismos e para projectos de popularidade. Há gerações à espera e que não perdoarão novos erros nem repetidos disfarces. Como, por exemplo, o caso dos pagamentos extras que a Estradas de Portugal se comprometeu a efectuar por cinco concessões que chegaram a ser chumbadas pelo Tribunal de Contas. Surgem indícios de que nova auditoria arrasa o modelo de financiamento adoptado e que processos-crime vêm a caminho. Pena é que se atrase a divulgação das conclusões. O povo tem o direito de saber. Mesmo com o voto à porta. Sobretudo por isso.

NINGUÉM NOS ACOMPANHA

Confirma-se que Portugal será o único país em recessão em 2012. O quadro, se já era negro, ainda escurece mais perante as últimas previsões para o desemprego. Em 2013, a fasquia dos 13 por cento deve mesmo rebentar. Triste fado de um país de falsas promessas.

TODO PODEROSO

José Mourinho ganha terreno no Real Madrid. Embora neste ano só tenha conquistado a Taça do Rei, vê a sua margem de manobra au-mentar com o afastamento de Jorge Valdano da direcção do futebol merengue. Na próxima época, tudo lhe será exigido. Sem qualquer tolerância.

AS ILHAS DESCONHECIDAS

Notável livro de viagens este de Raul Brandão. A minha natureza insular não me retira independência na análise. Cuidada e envolvente a descrição que faz dos Açores e da Madeira. A essência das ilhas em visão rápida. No entanto, cuidada, feliz e bela como um poema de amor.

NOTAS: Escala de 0 a 20

ANDRÉ VILLAS-BOAS: 17

Novamente na galeria dos melhores. A Taça de Portugal é a cereja no topo de uma época brilhante em que o Porto ganhou tudo o que era importante. O que lhe escapou valia pouco.

CARLOS COSTA: 14

Frontal, o governador do Banco de Portugal voltou a dizer que a ajuda ao nosso país era inevitável e inadiável. Louve-se a sua independência, sem olhar a impactos eleitorais.

SANTOS SILVA: 8

O ministro da Defesa tem metido os pés pelas mãos sobre o futuro Hospital das Forças Armadas. A discordância, no Exército, é indisfarçável. Uma gestão que não deixa saudades.

LUÍS FILIPE VIEIRA: 8

Todos têm direito à presunção de inocência, mas é triste ver o Benfica envolvido em suspeitas de negócios pouco claros. Em 2010/11, a baliza foi mesmo fatal…

  • Corrigir
  • Feedback
  • PARTILHAR      
Outras Notícias de Opinião
Pub
Comentários a esta notícia
  • Comentário feito por:Lucinda
  • 1h28

Não podia estar mais de acordo consigo. Esta campanha eleitoral já passou todas as marcas do admissível, é vil, oca e ofensiva em todos os aspectos. Eu pesoalmente estou farta,nem consigo ouvir mais todos estes tipos.

  • Comentário feito por:Lucinda
  • Hoje, 1h28m

Não podia estar mais de acordo consigo. Esta campanha eleitoral já passou todas as marcas do admissível, é vil, oca e ofensiva em todos os aspectos. Eu pesoalmente estou farta,nem consigo ouvir mais todos estes tipos.

  • Comentário feito por:Lucinda
  • Hoje, 1h28m

Não podia estar mais de acordo consigo. Esta campanha eleitoral já passou todas as marcas do admissível, é vil, oca e ofensiva em todos os aspectos. Eu pesoalmente estou farta,nem consigo ouvir mais todos estes tipos.

  • Comentário feito por:Lucinda
  • Hoje, 1h28m

Não podia estar mais de acordo consigo. Esta campanha eleitoral já passou todas as marcas do admissível, é vil, oca e ofensiva em todos os aspectos. Eu pesoalmente estou farta,nem consigo ouvir mais todos estes tipos.

COMENTAR
Título
Texto

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

LOGIN
Utilizador
Password

Esqueceu-se da palavra-chave?

Registe-se


Registe-se no site do CM para deixar de preencher os seus dados pessoais quando comenta as noticias.

COMENTAR
Título
Texto
Nome
Email
Localidade
Anónimo

Nota: Os comentários deste site são publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. O Correio da Manhã reserva-se ao direito de apagar os comentários abusivos e com linguagem inadequada.

Aparecer como anónimo - Ao escolher opção os seus dados (nome e e-mail) serão ocultados.

FECHAR
Últimas
Mudanças em público
Obstinado Cantável
Pub

Seja também um repórter e as notícias com o resto de Portugal. Saiba mais

VÍDEOS 
  • 
                  <a href="http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/multimedia/videogaleria/vidas/pose-sensual-de-patricia-manhao"  style="color:#F6FF00;"   >
                  Pose sensual de Patrícia Manhão</a>
  • 
                  <a href="http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/multimedia/videogaleria/vidas/margarida-menezes-conta-como-perdeu-a-virgindade"  style="color:#F6FF00;"   >
                  Margarida Menezes conta como perdeu a virgindade</a>
  • 
                  <a href="http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/multimedia/videogaleria/vidas/fundadora-da-clube-das-virgens-coloca-implantes-mamarios"  style="color:#F6FF00;"   >
                  Fundadora da Clube das Virgens coloca implantes mamários</a>
  • 
                  <a href="http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/multimedia/videogaleria/vidas/patricia-manhao-conta-o-que-sentiu-ao-fazer-pose-sensual"  style="color:#F6FF00;"   >
                  Patrícia Manhão conta o que sentiu ao fazer pose sensual</a>
  • 
                  <a href="http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/multimedia/videogaleria/actualidade/jovem-vitima-de-bullying-na-zona-de-lisboa"  style="color:#F6FF00;"   >
                  Jovem vítima de bullying na Zona de Lisboa</a>
  • 
                  <a href="http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/multimedia/videogaleria/entrevistas/jeronimo-de-sousa-em-entrevista-ao-cm"  style="color:#F6FF00;"   >
                  Jerónimo de Sousa em entrevista ao CM</a>
Partilhar 
Partilhar 
Partilhar 
Partilhar 
Partilhar 
Partilhar 
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte,
sem prévia permissão por escrito da Presslivre, S.A. ,
uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.