23.07.2016  00:30
Já é tarde
Terrorismo e pânico galopam pela cidade.
  • Partilhe
Por Joana Amaral Dias

Tiroteios num centro comercial em Munique, atropelamento em massa em Nice. Trump nomeado candidato republicano.

No Brasil, Temer dá medo ao susto. A Turquia está à beira de se transformar num estado islâmico enquanto a UE continua a pagar-lhe para acolher refugiados e assiste à purga de bico calado. Não tarda nada, temos vários Le Pens pela Europa fora, nomeadamente na Áustria.

O Reino Unido bateu com a porta, a banca italiana e o Deutsche Bank estão em risco de implosão, mas os líderes europeus estão preocupados com umas décimas no défice português.

Durão Barroso passou de presidente da comissão europeia a presidente da Goldman Sachs - uma das responsáveis por criar e lucrar com a crise - sem um pingo de vergonha na cara de pau. O terrorismo e o pânico galopam pela cidade. São tempos de perplexidade e apreensão. Há um certo odor a apocalipse.
Mas a elite, os bem pensantes, os intelectuais, não deviam limitar-se a dizer que o povo é estúpido.

Preferível seria que pensassem nas suas próprias responsabilidades e que, como dizia Manuel António Pina, "ainda não é o fim nem o princípio do mundo, calma é apenas um pouco tarde".

Siga o CM no Facebook.

PUBLICIDADE