Will Smith terá pago para esconder relação homossexual
O actor norte-americano é casado com Jada Pinkett há 20 anos
Will Smith terá pago para esconder relação homossexual
O actor norte-americano é casado com Jada Pinkett há 20 anos
  • Partilhe
Will Smith terá pago para esconder relação homossexual
Will Smith poderá ter pago dois milhões de dólares para esconder uma relação secreta que manteve com Duane Martin, segundo avança o site Radar Online. O actor norte-americano é casado há 20 anos com Jada Pinkett e a fortuna serviu para esconder algumas fotografias dos dois. 

O caso terá sido descoberto depois de Duane Martin, também ele actor e comediante, e a sua mulher terem entregue um computador portátil às autoridades para uma investigação. O casal amigo de Will Smith tinha uma dívida de 15 milhões de dólares às finanças.

Nessa altura, Martin terá solicitado um "acordo de confidencialidade", pois havia informação no computador que "envolvia outras figuras públicas em assuntos privados, não financeiros". 

Junte-se aos nossos fãs.
SÁBADO, pense por si

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Enviar o artigo: Will Smith terá pago para esconder relação homossexual
Comentários

+ partilhadas
nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 644
1 a 7 de Setembro
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
101622 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.