Parque das Nações - Início
Oceanário de Lisboa
Atlântico - Pavilhão Multiusos de Lisboa
Conceito e Objectivos, Infraestruturas, Arquitectura e Paisagismo, Arte Urbana, Zonas Residenciais, Centro de Negócios, Comércio e Lazer, Venda de Terrenos
Objectivos, Como Era..., Estratégia Ambiental, Monitorização, Divulgação e Sensibilização

Estação do Oriente, Acessos, Estacionamentos, Alojamento
Espectáculos, Diversões, Eventos, Exposições, Pavilhões e Museus, Espaços Exteriores
Restauração e Lojas
Programa Educação, Rota das Nações, Oficina de Ambiente, Ambiente Divertido, Atelier dos Oceanos
Aluguer de Espaços, Aluguer de Equipamento, Informações Úteis, Serviços ao Visitante, Serviços Externos, Provedoria da Qualidade
Notas de Imprensa, Revista Parque Contactos

 

Pavilhão Atlântico

Introdução O Tema Participantes Recinto Eventos Edições Foi Notícia

Apoios e facilidades

A EXPO’98, habitada diariamente por dezenas de milhar de pessoas, criou para os visitantes um conjunto de serviços e comodidades modernas. Desde uma rede de transportes, cuidados médicos, comunicações, segurança, bancos, perdidos e achados, sem esquecer algumas necessidades específicas como é o caso das crianças ou dos deficientes. Para os grupos foi também criado um serviço específico de visitas.

Tratando-se de um acontecimento mediático por excelência, foram também montadas diversas estruturas para possibilitar uma boa cobertura do evento por parte dos profissionais da imprensa, da rádio e da televisão.

  • Parques de Estacionamento para Autocarros
  • A pensar nos visitantes que se deslocavam à EXPO’98 em grupos, foram criados nos extremos Norte e Sul do Recinto 3 parques de estacionamento para autocarros, a funcionarem das 07H30 às 04H00/06H00, num total de 743 lugares.

  • Parques de Estacionamento com Lugares Reservados para Deficientes
  • Para os visitantes com deficiência motora que se deslocavam em viatura própria, foram criados 65 lugares de estacionamento, a norte, junto à Porta Norte e a sul, junto à Porta do Mar, que funcionavam das 07H30 às 04H00.

  • Parques de Estacionamento para Motociclos
  • 1.043 lugares foram criados especificamente para motociclos junto à Porta do Norte e à Porta do Mar, a funcionarem das 07H30 às 04H00/06H00.

  • Parques de Estacionamento para Viaturas Ligeiras / Autocaravanas
  • Foram criados inúmeros parques de estacionamento em redor do recinto, num total de 13.300 lugares a funcionarem das 07H30 às 04H00/06H00. Para os parques de estacionamento mais distantes, a EXPO’98 disponibilizou autocarros que efectuavam gratuitamente o transporte dos visitantes até às Portas do Recinto que passavam de 15 em 15 minutos.

  • Caixas de Pagamento dos Parques de Estacionamento
  • A pensar na comodidade dos visitantes, foram criadas inúmeras caixas de pagamento dos estacionamentos, tanto assistidas como automáticas, localizadas dentro e fora do recinto.

  • Pontos de Encontro – Meeting Points
  • Ao longo da Alameda dos Oceanos e de forma a facilitar a marcação de encontros foram criados, desde a Porta Norte à Porta Sul, 8 Pontos de Encontro com denominação própria: CGD.; Siemens; PT; Super Bock; Vitalis; Coca-Cola; Império e BP.

  • Material Informativo
  • Produzido nas três línguas oficiais – português, inglês e espanhol – era distribuído gratuitamente nos Postos de Informação, de forma a facultar aos visitantes toda a informação possível sobre Espectáculos, Pavilhões, Restaurantes, Eventos, Acessos e outras informações consideradas úteis.

    Foram distribuídos no total:

2.763.750 Mapas do Recinto;
1.786.400 Brochuras de Informação;
812.250 Guias de Acessos;
2.970.000 Guias do Dia;
95.000 Guias da Noite;
5.000 Guias de Restaurantes.

  • Apoio a Bebés
  • Seis salas devidamente equipadas com mesas de muda de fraldas TRAQUINICES, aquecedores de biberões CHICCO, máquina de venda de papas NESTLÉ, máquina de venda de fraldas CANON HYGIENE e dispensador de pomada HALIBUT, tornaram possível aos pais uma cómoda visita à EXPO’98. Localizadas na Porta do Norte, Porta do Mar, Porta do Sol, Complexo Multiserviços Área de Lazer Sul, Pavilhão de Exposições e Complexo Multiserviços Frente Ribeirinha Norte, funcionavam das 09H00 às 03H00.

  • Espaço Criança
  • Aprender brincando foi o lema desta Expo dedicada aos mais pequenos. Localizada no 1º Piso da Porta do Sol, destinava-se a acolher crianças dos 3 aos 10 anos enquanto os pais, aos quais era entregue um BIP para estarem sempre contactáveis, visitavam a Exposição. Constituído por várias áreas cobertas e um grande espaço ao ar livre, as crianças aqui podiam jogar, ler, aprender a reciclar, compreender o ciclo de fabrico do papel, descobrir como se faz cinema e televisão, navegar na Internet, mergulhar num espaço de diversão onde se imitava o mar com a sua fauna e flora ou ainda conduzir um todo-o-terreno no Jardim Exterior, sempre acompanhados de monitores formados na área de educação e animação. Funcionava das 09H00 às 21H00 e resultou de uma parceria entre a EXPO’98 e a IMPÉRIO. Este serviço era pago.
    Aberto a 10 de Junho de 1998 acolheu 7.066 crianças, tendo sido 85% portuguesas e 15% estrangeiras.
    O tempo médio de estadia foi de 2H30.

  • Espaço de Recolhimento
  • Os visitantes tiveram à diposição um espaço de recolhimento religioso, gerido por uma comissão coordenadora inter-religiosa onde estavam represenatdas a Igreja Católica, a Aliança Evangélica Portuguesa, o Conselho Português das Igrejas Cristãs, a União Portuguesa dos Adventistas do Sétimo Dia, a Comunidade Baha’í de Portugal, a Comunidade Muçulmana de Portugal e a Comunidade Israelita. Situada na Área Internacional Norte, funcionou das 10H00 às 20H00.

  • Atendimento a Grupos Preferenciais
  • Mediante acordos pré-estabelecidos, este serviço apoiava fundamentalmente visitas à EXPO’98 de grupos de Empresas, Operadores Turísticos e Grupos Particulares, com programas de visita variados e diferenciados, dependendo dos interesses dos elementos que os integravam. Com um máximo de 25 pessoas por grupo o Serviço de Visitas Guiadas compreendia: informação prévia à visita; entrega de documentação; acesso facilitado à Exposição através de entrada reservada a grupos na Porta do Mar; acompanhamento de Guia da EXPO’98 durante percurso de visita aos Pavilhões Temáticos escolhidos, no idioma escolhido e confirmado pela organização. Este serviço era pago e funcionava das 10H00 às 20H00.
    Este serviço tratou 2.724 visitas em grupo, num total de 55.633 pessoas.

    fardas.gif (25045 bytes)

  • Posto de Acolhimento EXPO’98 do Aeroporto de Lisboa
  • Este posto destinava-se a acolher, esclarecer, resolver eventuais problemas e encaminhar todos aqueles que vinham trabalhar ou actuar a convite da EXPO’98.

  • Postos de Informação
  • Neste serviço os Assistentes de Informação, devidamente formados e fardados, respondiam às solicitações dos visitantes relacionadas com o funcionamento da EXPO’98, prestavam todos os esclarecimentos necessários, distribuiam toda a documentação de apoio (mapas, guias do dia, jornais EXPO) e aceitavam reclamações e sugestões feitas pelos visitantes. Localizados no Recinto na Porta do Norte, Porta do Mar, Porta do Tejo, Porta do Sol, Complexo Multiserviços Sul, Pavilhão de Exposições e Complexo Multiserviços Norte, e fora do recinto na Estação do Oriente (3), no Aeroporto de Lisboa e no Palácio Foz na Praça dos Restauradores, funcionavam das 09H00 às 03H00/05H00.
    Foram atendidos 1.982.589 pedidos de informação, tendo 61% dos pedidos sido feitos por portugueses e 39% por estrangeiros;
    A média diária de pedidos de informação foi de 15.019;
    E a estes pedidos acresceram os feitos fora do Recinto (Aeroporto, Palácio Foz, telefone), num total de 414.624.

  • Depósito de Bagagem e Compras
  • Com o fim de proporcionar uma visita despreocupada à Exposição, foram criados 3 pontos de depósito, nos quais os visitantes podiam guardar as bagagens que traziam consigo ou para onde podiam enviar as compras que efectuavam no recinto. A recolha das bagagens e compras podia ser feita em qualquer um dos pontos desde que solicitado pelo visitante. Este serviço foi prestado pelos CTT e funcionava das 09H00 às 03H00/05H00.
    Foram recebidos um total de 177.409 depósitos.

  • Assistência a Pessoas Perdidas
  • Assistentes fardados e devidamente formados acolhiam, em espaços apropriados para adultos ou para crianças, todas as pessoas que se perdiam no recinto até ao reencontro com os respectivos acompanhantes e registavam reclamações das pessoas que tinham perdido alguém. Destaca-se ainda a existência de uma pulseira de identificação que era distribuída nas Portas a todas as crianças com menos de 10 anos e que permitia uma mais fácil e rápida busca quando estas se perdiam. Estes postos funcionavam das 09H00 às 03H00/05H00 na Porta do Mar, Porta do Sol, Porta do Norte, Complexo Multiserviços Norte, Pavilhão de Exposições e Complexo Multiserviços Sul.
    Os Postos de Pessoas Perdidas registaram informaticamente um total de 3.479 casos, dos quais 2.044 relativos a crianças.
    Deste total 72% foram relativos a portugueses e 28% a estrangeiros.
    Sem registo informático, porque foram de resolução rápida, ocorreram mais de 1.097 casos.
    Registou-se assim uma média de 35 casos de pessoas perdidas/dia.
    Registaram-se, também, 3.297 pedidos de mensagens entre adultos desencontrados.

  • Encomendas e Mensagens
  • Prestar ao visitante um serviço público de aceitação, distribuição e entrega de correspondência, encomendas, correio acelerado, de e para qualquer ponto do mundo foi o objectivo deste serviço. Da responsabilidade dos CTT, em coordenação com a EXPO’98 funcionou das 09H00 às 21H00/23H00 nos seguintes locais: Estação de Correios (1) junto à Área Central de Serviços; Lojas Postais (3) na Porta do Mar, Porta do Norte e Porta do Sol; Atendimento ao Gabinete de Imprensa (1) no Centro de Comunicação Social; Marcos de Postais (6) e Cabinas Multiserviços (3) em vários pontos do Recinto;
    Deram entrada no Recinto 300.953 encomendas e mensagens.
    Foram enviadas para o exterior 569.025.

  • Objectos Perdidos e Achados
  • Este serviço assegurado por Assistentes fardados e com formação específica resolveu, em coordenação com a PSP, situações de reclamação e entrega de objectos perdidos no Recinto, que ocorreram aos visitantes e participantes da EXPO’98. Todos os objectos que não foram reclamados foram entregues à PSP. Localizado na Porta do Tejo, Porta do Mar, Porta do Norte, Porta do Sol, Complexo Multiserviços Norte, Pavilhão de Exposições e Complexo Multiserviços Sul, funcionava das 09H00 às 03H00/05H00.
    Foram recebidas 24.699 participações de objectos perdidos.
    Foram encontrados pela Organização 11.681.
    Foram entregues aos seus proprietários 2.685 e os restantes à polícia.

  • Atendimento a Grupos Sociais
  • Foram considerados Grupos Sociais os seguintes: Grupos Escolares, Grupos com necessidades Especiais (Deficientes), Grupos de Terceira Idade especialmente carenciada e Grupos de crianças privadas de meio familiar normal como Casa Pia, Casa do Gaiato, Misericórdias e Aldeias SOS, ao abrigo de um acordo de colaboração entre a EXPO’98 e o Ministério de Trabalho e Solidariedade. Com programas de visita variados e diferenciados, consoante as motivações dos elementos que os integravam tiveram acesso facilitado à Exposição através de entrada reservada a grupos na Porta do Sol.
    Receberam 318.750 visitantes integrados nos diferentes grupos sociais, dos quais 252.471 integrados em grupos escolares no âmbito de um protocolo com o Ministério da Educação.

  • Gravações Sonoras para Invisuais
  • De forma a que os visitantes invisuais pudessem tirar maior partido das visitas aos Pavilhões Temáticos foram feitas gravações sonoras de textos em português, espanhol e inglês que resumiam o conteúdo dos pavilhões. Este serviço era gratuito e estava disponível nos 7 Postos de Informação e nos próprios Pavilhões, mediante requisição. Produziu-se também em cassete audio um dossier informativo "Os Oceanos – Um Património para o Futuro".

  • Material Informativo para Invisuais
  • Foi criado em Braile uma Planta do Recinto, conteúdos dos Pavilhões Temáticos e um dossier informativo "Os Oceanos – Um Património para o Futuro",  além de um Mapa do Recinto em relevo, cedidos a título devolutivo mediante requisição. Estavam disponíveis nos Postos de Informação e nos próprios Pavilhões.
    Os 14 Mapas Braile, feitos nas três línguas oficiais, tiveram apenas uma utilização de 5%, dado que os visitantes invisuais vieram acompanhados.

  • Intérpretes de Linguagem Gestual
  • Sempre que solicitado a EXPO’98 disponibilizou um intérprete de linguagem gestual às pessoas portadoras de Deficiência Auditiva de forma a facilitar a sua visita.

  • Cadeiras de Rodas
  • Os visitantes com problemas de locomoção (pessoas portadoras de deficiência motora, idosas ou lesionadas) tinham à sua disposição um número limitado de cadeiras de rodas, que podiam ser requisitadas gratuitamente nos 7 Postos de Informação, das 09H00 às 03H00.
    A taxa de ocupação das 80 cadeiras disponíveis foi de 100%.

  • Assistência Médica
  • Garantir a prestação de cuidados de saúde/urgência dentro do recinto, com a máxima qualidade e eficácia aos visitantes, trabalhadores e participantes da EXPO’98, foi o objectivo deste serviço. Os contactos eram estabelecidos a partir de uma linha de emergência interna (3636) e uma externa (112) e dispunha de 3 Unidaddes Médicas localizadas na Área Internacional Sul, na Porta do Sol e na Área Central de Serviços, contava ainda com o apoio de uma Ambulância Medicalizada, duas Não Medicalizadas e um Helicóptero.
    Foram assistidas 43.705 pessoas. A média diária de pessoas que recorreram aos serviços médicos foi de 331, dos quais 212 eram visitantes e os restantes trabalhadores da EXPO.
    Foram transferidos para os hospitais de Lisboa 486 casos.
    Houve 5.327 deslocações de ambulâncias.

  • Farmácia
  • Localizada na Porta do Sol no Piso –1, disponibilizava todos os serviços farmacêuticos que podia encontrar numa farmácia, mas não aceitava receitas médicas. O horário de funcionamento era das 09H00 às 01H00.

  • SEF – Serviços de Estrangeiros e Fronteiras
  • Localizados na Área Central de Serviços, Bloco C - 2º, estes serviços visavam a prorrogação de vistos e as acreditações de trabalhadores estrangeiros. O horário de funcionamento do Serviço de Vistos era das 09H00 às 15H00.

  • PSP – Polícia de Segurança Pública
  • A PSP esteve à disposição de todos os visitantes, participantes e colaboradores da EXPO’98 para intervir de imediato e em conformidade com as situações que surgiam. Localizada no Complexo Multiserviços Sul, Complexo Multiserviços Norte e na Área Central de Serviços, funcionava 24H/dia.

  • Bombeiros
  • Uma Corporação de Bombeiros esteve instalada na Área Central de Serviços e preparada para intervir em conformidade a qualquer momento (24H/dia) e em qualquer situação.

  • DECO – Defesa do Consumidor
  • Instalada no Piso 1 da Porta do Sol respondia a todas as questões que os visitantes levantassem relacionadas com os direitos do Consumidor.

  • Painéis de Informação Dinâmica
  • Os painéis electrónicos de informação dinâmica destinavam-se principalmente à afixação de informações de utilidade pública, nas três línguas oficiais, como por exemplo o anuncio ou cancelamento de um evento.
    Existiam 4 painéis de uma face e 4 painéis de dupla face, num total de 12 painéis, que podiam conter informações diferentes uns dos outros. Estavam localizados no exterior na Porta do Mar e na Porta Norte, no interior na Porta do Sol, na Porta do Tejo, junto à Praça SONY, Junto ao Pavilhão da Utopia, junto ao Pavilhão da Realidade Virtual e ainda junto ao Pavilhão do Futuro

  • Pulseiras de Identificação
  • Estas pulseiras de identificação eram numeradas e continham um destacável com o mesmo número da pulseira. Depois de colocadas no pulso da criança o destacável era entregue ao adulto que a acompanhasse, assim, no caso de se perderem o reencontro seria mais rápido.
    Foram distribuídas, nas portas do recinto, 755.785 pulseiras a menores de 10 anos e 63.000 pulseiras a menores de 11 anos integrados em Grupos Escolares. Estas pulseiras foram patrocinadas pela IMPÉRIO.

  • Voluntariado
  • Com um carácter inovador, o Projecto de Voluntariado da EXPO’98 atraiu as atenções de 14.000 candidatos, de todo o País e também do estrangeiro, dos quais só 3.000 seriam seleccionados para a fase final.
    Afectos a um total de 14 tarefas, actuaram como voluntários da EXPO’98 1.266 elementos, sendo 1.117 jovens (até 30 anos) e 149 menos jovens (sem limite de idade, com 19 presenças de voluntários com mais de 60 anos), de referir que no quantitativo global se incluíram 77 estrangeiros ou de dupla-nacionalidade (luso-descendentes) e 22 diminuídos físicos (cegos, surdos-mudos e paraplégicos).
    A totalidade de seleccionados repartiu-se por 5 grupos, de 15 de Maio a 30 de Setembro, actuando cada grupo ao longo de 5 semanas.
    Dos voluntários activos 43% procederam de zonas exteriores à Área Metropolitana de Lisboa, de Braga a Vila Real de Santo António, não esquecendo os Açores e a Madeira.

  • CGD – Caixa Geral de Depósitos
  • 7 Dependências Bancárias, localizadas na Porta do Mar, Porta do Sol, Porta do Norte, Centro de Comunicação Social, Complexo Multiserviços Norte, Complexo Multiserviços Sul e Pavilhão de Exposições, e 12 Caixas Multibanco instaladas em vários pontos do Recinto, permitiam ao visitante efectuar as mais variadas operações bancárias.

  • Bebedouros
  • Os visitantes tinham à disposição vários bebedouros públicos, distribuídos ao longo do Recinto.

  • Máquinas Distribuidoras de Bebidas
  • Ao longo do Recinto os visitantes podiam encontrar máquinas de vending de bebidas, num total de 64 máquinas distribuidoras de refrigerantes, cervejas e águas.

  • Instalações Sanitárias
  • Distribuídas ao longo de todo o Recinto existiam inúmeras instalações sanitárias para homens, senhoras e deficientes motores. Estas instalações dispunham ainda de máquinas de vending de pensos higiénicos e preservativos.

  • Zonas de Ensombramento
  • Espaços protegidos do sol, criados a pensar nos visitantes, permitindo-lhes descansar ou refrescar ao longo do Recinto.

  • Aluguer de Cadeiras de Bebé
  • Nas lojas Eco-Equip, localizadas na Galeria Comercial Norte, Galeria Comercial Sul e na Porta do Sol, os visitantes podiam alugar cadeiras de bebé, facilitando a vinda de crianças pequenas à Exposição.

  • Aluguer de Carrinhos Eléctricos
  • Para deslocações mais cómodas no Recinto, os visitantes podiam alugar carrinhos eléctricos de um, dois ou quatro lugares, mediante o pagamento de uma caução. Estes carrinhos estavam disponíveis nas lojas Eco-Equip, localizadas na Galeria Comercial Norte, Galeria Comercial Sul e na Porta do Sol.

  • Postos telefónicos - PT Portugal Telecom
  • Os visitantes tinham à disposição todos os meios de comunicações, através de 235 Postos Telefónicos Públicos e de 5 Centros de Telecomunicações que podiam ser utilizados para os diversos serviços de comunicações de voz e dados. De salientar os serviços de Video-Conferência, o Oceanet’98 Phone Card, telefones, fax, a venda de cartões Telecom Card e a venda de cartões EXPO’98 Phone Card.

  • Assistência ACP – Automóvel Clube de Portugal
  • O serviço de assistência prestado pelo ACP consistia no reboque e desempanagem dos veículos dos visitantes em caso de avaria, acidente ou imobilização dos mesmos, na zona de intervenção da Parque EXPO’98. Este serviço era pago conforme tarifário do ACP e funcionava das 07H00 às 05H00.

  • Transportes – Navette
  • Para maior comodidade dos visitantes a EXPO’98 dispunha de um serviço de transportes gratuito de circulação permanente no Recinto, entre as Portas do Mar, do Sol e Norte. As paragens da Navette estavam devidamente assinaladas e mantinham uma distância entre si de cerca de 150 metros.

© 1998, 2000 Parque EXPO 98, S.A.
Envie os seus comentários para info@parquedasnacoes.pt
Mantido por webmaster@parquedasnacoes.pt
Última actualização em 01 Sep 2000 10:20