Parque das Nações - Início
Oceanário de Lisboa
Atlântico - Pavilhão Multiusos de Lisboa

Objectivos, Como Era..., Estratégia Ambiental, Monitorização, Divulgação e Sensibilização
Tema, Participantes, Recinto, Serviços, Eventos, Edições, Notícias
Estação do Oriente, Acessos, Estacionamentos, Alojamento
Espectáculos, Diversões, Eventos, Exposições, Pavilhões e Museus, Espaços Exteriores
Restauração e Lojas
Programa Educação, Rota das Nações, Oficina de Ambiente, Ambiente Divertido, Atelier dos Oceanos
Aluguer de Espaços, Aluguer de Equipamento, Informações Úteis, Serviços ao Visitante, Serviços Externos, Provedoria da Qualidade
Notas de Imprensa, Revista Parque Contactos

 

Oceanário de Lisboa

Conceito Infraestruturas Arquitectura e Paisagismo Arte Urbana Zonas Residenciais Centro de Negócios Comércio e Lazer

Faseamento da Promoção Urbana

A compatibilização do programa da Exposição Mundial com a vertente de regeneração urbana que lhe está associada levou ao faseamento da comercialização dos terrenos.

3a_fase.gif (32286 bytes)

1ª Fase - concluída em Setembro de 1996

Os núcleos de comercialização concentraram-se na envolvente:

  • da Estação do Oriente (escritórios/comércio/hotelaria)
  • do Porto de Recreio (habitação/lazer)
  • do Parque do Tejo (habitação/equipamentos).

Na abertura da EXPO '98 estavam concluídos cerca de 1800 apartamentos.

2ª Fase - Iniciada em Outubro de 1996

As construções iniciaram-se em 1999, devido a condicionantes estabelecidas pela realização da EXPO '98, nomeadamente o desmantelamento de equipamentos efémeros da exposição.

3ª Fase - Iniciada em Janeiro de 1999

O ênfase da comercialização é dado às empresas, na envolvente da Estação do Oriente.
Foi efectuada a revisão de preços de venda de terrenos de habitação e escritórios, capitalizando o conhecimento e a fruição de toda a zona, realizada desde a EXPO '98, até à data.

Investimentos no Imobiliário - 1.113.000 m2 já vendidos

A comercialização dos terrenos do projecto urbano do Parque das Nações atingiu a venda de 1.113.000m2 de área bruta de construção a investidores nacionais e estrangeiros. Estas vendas, que representam mais de 55 por cento da área disponível para construção, correspondem a um volume de negócios de 70 milhões de contos.

Do total da área adquirida, 707.000 m2 destinam-se à construção de habitação, e a área para empresas corresponde a 406.000 m2.

Investimentos Privados

  • Lotes para habitação vendidos a cooperativas e promotores imobiliários nacionais e estrangeiros, sendo de destacar a Vila Expo com 725 fogos;
  • Centro Vasco da Gama - Sonae / Ing Bank (Holanda). Área: 65.000 m2, inclui 2 torres para habitação;
  • Marina - construção e exploração pelo consórcio luso-espanhol, constituído pela Obrecol, OCP - Construcciones, Europroject, Loas, Estoril Plage e IPG - Investimentos, Participações e Gestão, que adquiriu também terrenos para construir habitação.
  • Central e rede de frio e calor, investimento da Climaespaço (consórcio luso-francês, envolvendo a RAR Ambiente e a Lyonnaise des Eaux).
  • Torre Panorâmica Vasco da Gama - construção e exploração Siemens / Soconstroi.
  • Instalações da Ford, projecto que inclui o mais moderno show-room da Ford em Portugal, bem como zonas que se destinam a stand, oficinas e escritórios.
  • Instalações da Baviera / BMW - construção da sede em Lisboa. Nas caves instalam-se as zonas oficinais.
  • Edifício de serviços administrativos da Portugal Telecom, com uma loja e uma central de telecomunicações.
  • Aparthotel com cerca de 100 quartos - Hotti - Hotéis de Portugal.
  • Edifício Infante, disponível para instalação de escritórios - investidor Imocom.
  • Sede e armazéns da farmacêutica Sabiol.
  • Sapec Imobiliária
  • Hospital com cerca de 200 camas - Companhia de Seguros Império, pertencente a um grupo financeiro português - Grupo Mello.
  • Mitsubishi Motors de Portugal, S.A. para construção de terciário e no último andar área de habitação a serem alocadas aos colaboradores da Mitsubishi. Abaixo do embasamento localiza-se uma representação comercial da marca.
  • Telecel - construção do novo edifício sede.
  • Imojúnior - construção do novo edifício sede da Sony.
  • Protocolo para a criação de uma parceria com a Comitur - Grupo Mello - para construção de 3 edifícios (escritórios e habitação).

Investimentos Institucionais

Alguns dos Pavilhões temáticos da EXPO '98 mantêm-se, sendo no entanto transformados, dando lugar a novos espaços:

  • Pavilhão do Conhecimento dos Mares - Pavilhão do Conhecimento, Ciência Viva;
  • Pavilhão de Portugal - Presidência do Conselho de Ministros;
  • Teatro Luís de Camões - Companhia Nacional de Bailado e Orquestra Sinfónica de Lisboa;

e construíram-se outros edifícios e infraestruturas:

  • Escola Básica Integrada Vasco da Gama, para cerca de 22 turmas.
  • Escola Superior de Enfermagem para 750 alunos.
  • Escola Superior de Tecnologias Hospitalares para 300 alunos.
  • Centro de Saúde
  • Residências Universitárias da Universidade Clássica de Lisboa (750 camas) e do Técnico (250 camas).
  • Casa da Juventude de Lisboa.
  • Protocolo com o IGFSS (Instituto de Gestão Finaceira da Segurança Social) para venda de um edifício construído (área de 6.825 m2)

Comercialização de Terrenos

Parque das Nações
Parque EXPO 98, S.A. - Promoção Urbana
Av. D. João II, Lote 1.07.21
P-1990-096 LISBOA
PORTUGAL

Tel.: +351 218 919 898
Fax.: +351 218 919 851

Pode pedir informações sobre a venda de terrenos da Parque Expo'98, S.A. através de correio electrónico, para o endereço:

promocaourbana@parquedasnacoes.pt

© 1998, 2000 Parque EXPO 98, S.A.
Envie os seus comentários para info@parquedasnacoes.pt
Mantido por webmaster@parquedasnacoes.pt
Última actualização em 01 Sep 2000 10:13