weblog.com.pt
Blogs alojados
Ficha técnica
Gently powered by:
CHIP 7

Network Provider:
NFSi - Tuxserver Hosting Solutions

Edição:
Movable Type

Hospedagem:
pauloquerido.com

Equipa:
Paulo Querido, Frederico Marques e Guida Querido

Uptime do servidor:
01:21:40 up 86 days, 12:41, 0 users, load average: 0.09, 0.17, 0.24

Como contribuir

EXPLICAÇÃO ( para a omitir e ir directo aos finalmentes, clique aqui): Como é sabido, o projecto weblog.com.pt teve um sucesso MUITO acima do previsto. O que acarretou também custos MUITO acima dos previstos. Perante isso, tinha duas hipóteses: restringir o acesso aos blogues colocando um filtro para evitar o consumo de banda (bah...) ou fugir para a frente, à boa maneira portuguesa, à boa maneira dos projectos Internet.

Decidi não colocar o filtro. Teria sido catastrófico. Para terem uma ideia, tenho contratados 5 GB de tráfego mensal para todo o meu servidor e só no mês de Dezembro o tráfego SÓ do projecto weblog.com.pt ultrapassou os 100 GB. (Os outros projectos juntos andam pelos 4 a 5 GB). Se houvesse filtro como chegou a ser negociado com o meu alojador, o projecto teria um tecto mensal de 10 Gb. Na prática e em termos gerais isto significaria que 90% das páginas não teriam sido vistas DE TODO e os restantes 10% seriam vistos com péssima lentidão. Teria sido catastrófico, não havia ESTE weblog.com.pt que faz as delícias de centenas de nós.

A outra alternativa passou desde logo por ter pacotes pagos. Felizmente houve adesão. O tráfego até meados de Outubro foi pago com a dúzia de amigos que optaram por modalidades pagas. Nunca fiz um esforço para massificar os pacotes porque era por demais evidente que tal modelo seria insuficiente. Era necessário que METADE (50%) dos blogs aqui alojados e activos pagassem um fee mensal de, digamos, 4 euros para que o projecto se auto-sustentasse. Cerca de 0,5% fê-lo. Talvez 10 % o fizesse. Era optimismo infantil admitir que mais de 20% se disponibilizasse para pagar. As coisas mudam, mas mudam devagar :)

A páginas tantas, em Novembro iniciaram-se conversações com uma empresa do sector que está disposta a fazer uma parceria com a pauloquerido.com, Lda (a minha micro empresa de um só funcionário) para sustentar o weblog.com.pt sem alterar os moldes em que este foi criado, nomeadamente a não-obrigatoriedade de banners publicitários e a gratuitidade. Os interesses dessa empresa -- que não é uma instituição de caridade :) -- existem, são dignos e serão revelados no tempo oportuno.

Porém, a transição do meu servidor para o futuro alojamento -- que me tirará a carga do tráfego de cima, uff! -- está mais demorada do que inicialmente pensado. Na verdade o contrato ainda nem entrou em vigor.

Avizinha-se um Janeiro com o tráfego a pulverizar todos os recordes, estimando já que chegará perto dos 150 Gb... :(

Por estes dois motivos, e uma vez que tenho recebido muito e-mail de amigos a disporem-se a contribuir para as despesas, decidi nesta altura aceitar as amáveis contribuições, destinadas a suportar os encargos com o tráfego de Outubro e Novembro (mais de 900 euros) e de Dezembro, cuja factura ainda não chegou.

COMO CONTRIBUIR:

O valor da contribuição é estimado por cada um. Lembro que os custos bancários das transferências abaixo dos 5 euros roubam a eficácia ao gesto, pelo que reprovo o Método Preferencial: para valores entre 1 cêntimo e 5 euros usem o Plano B.
Erm... contributos elevados deixar-me-iam em estado de choque, pelo que os desaconselho :) Por contributo elevado entendo qualquer quantia acima dos 40 euros.

Método Preferencial: transferência bancária por multibanco ou homebanking (não percam tempo nos balcões...) para um dos seguintes NIB:

0032 0113 00200527439 43
(Barclays, balcão Restelo)
0033 0000 45212753421 05
(Nova Rede, balcão Saldanha)

Plano B, para donativos entre 1 cêntimo e 5,2 euros (5 dólares): Use o Bitpass, sistema de micro-pagamentos a nível mundial (para abrir conta, se ainda a não tem, é necessário cartão de crédito ou conta PayPal). Saiba mais sobre micro-pagamentos no meu blog, nesta página.
Quero fazer o meu donativo pelo Bitpass!.

Plano C para quem prefere usar o PayPal. É só carregar no botão abaixo.


AGRADECIMENTO: agradeço desde já o seu interesse, decida ou não contribuir.
Será publicada mais tarde nesta página a lista contendo os nomes (pessoais ou não) das pessoas que: a) tenham feito algum donativo e b) indiquem por e-mail que o seu donativo não é anónimo.
Nos planos B e C há, no final dos processos, uma página de acolhimento com os endereços de e-mail para onde indicar o anonimato ou não. Quanto ao Método Preferencial, não existe forma de eu controlar o processo pelo que peço que quem o utilize me envie posteriormente um e-mail para geral@weblog.com.pt, indicando se pretende ou não figurar na página pública e com que nome.
A todos, um grande abraço

(entrada relacionada)
lista de donativos
Total acumulado: 1073,8 €
(até 9 Fev 2004 19:05)

Nome, donativo, tipo
anónimo, 25, TR
Alfacinha, 25, TR
anónimo, 25, TR
Tertúlia do Alviela, 10, TR
anónimo, 40, TR
anónimo, 30, TR
anónimo, 20, TR
rajodoas, 30, TR
anónimo, 30, TR
anónimo, 50, TR
anónimo, 17,5, BP
anónimo, 5, PP
anónimo, 30, PP
Janela para o rio PT , 10, PP
anónimo, 30, PP
Os Cães Ladram e a Caravana Passa!, 10, TR
Luís Duarte, 15, TR
anónimo, 25, TR
anónimo, 25, TR
anónimo, 30, TR
anónimo, 10, TR
anónimo, 25, TR
anónimo, 10, PP
anónimo, 25, TR
anónimo, 5, TR
anónimo, 125, TR
anónimo, 15, TR
anónimo, 5, TR
BdE - Blogue de Esquerda (2), 50, TR
Ford Mustang, 25, TR
anónimo, 50, TR
anónimo, 25, TR
anónimo, 10, TR
anónimo, 25, TR
anónimo, 2, PP
anónimo, 20, PP
anónimo, 0,3, TR
anónimo, 10, TR
anónimo, 25, TR
anónimo, 4, TR
anónimo, 15, TR
anónimo, 25, TR
anónimo, 25, TR
anónimo, 20, TR
anónimo, 40, PP

Legenda:
TR=transferência bancária
BP=Bitpass
PP=PaylPal

Nota: Esta lista é elaborada manualmente, na impossibilidade de verificar com automatismos as contas bancárias. Como tal está quase permanentemente desactualizada. Por outro lado as transferências têm diferentes tempos: umas "caem" imediatamente, outras chegam a levar 36 horas (não me perguntem porquê: nunca obtive uma resposta satisfatória sempre que perguntei aos meus bancos). Assim, é normal que alguns donativos não aparecam senão ao fim de algum tempo.