newsletter

Nº 2 - Março - 2007

O CENTRO DE FORMAÇÃO, AS LITERACIAS E AS NECESSIDADES DE FORMAÇÃO NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

Ana Maria Pessanha *

 

OCentro de Formação Maria Borges de Medeiros tem 13 anos de existência e tem a sede na Escola Secundária José Gomes Ferreira em Lisboa. Conta com a associação de escolas situadas na zona que abrange: Benfica, Telheiras, Pontinha, Horta Nova, Padre Cruz, Paiã, Bairro da Boa Vista e Carnide. Os planos de formação são apoiados através de candidaturas anuais, submetidas ao PRODEP, no âmbito do Sistema Integrado de Informação do Fundo Social Europeu.

 

 Logo do Centro de Formação Maria Borges de Medeiros  

 

Os objectivos de formação definidos procuram responder às necessidades da sociedade contemporânea, procurando favorecer o desenvolvimento de competências nos domínios da didáctica, das novas tecnologias e aperfeiçoar o desempenho de docentes e agentes educativos como intervenientes activos na melhoria dos níveis de Literacia. Neste sentido, desde o ano 2000 que se desenvolveram projectos de formação-acção e formação permanente, envolvendo docentes e não docentes, no âmbito da organização e gestão de bibliotecas, da promoção da competência leitora, onde foram privilegiadas actividades da animação da leitura, do conto e da escrita, valorizando as origens e as diferenças sócio culturais dos alunos.

Tendo em conta a existência de estudos e projectos internacionais, que tentam descobrir as causas de inadaptação escolar e da agressividade e ensaiar metodologias educativas preventivas (Pellegrini, 1987 e Smith 1989), e que a investigação recente tem provado que as actividades expressivas e de animação, com a participação adequada do adulto, favorecem a aquisição de competências de Literacia, originando ganhos em diversos domínios cognitivos (Smilansky, 1968; Feitelson & Ross, 1973; Lovinger, 1974; Ross, 1974; Saltz, Dixon & Johnson, 1977; Smith & Sydall, 1978; Dansky, 1980; Christie, 1983; Hartmann, 1988; Trageton, 1995; Pessanha, 1995, este Centro de Formação propôs e a Fundação Gulbenkian deu o apoio, a um projecto de intervenção, a decorrer de Junho de 2001 até 2004, destinado a promover a integração escolar de alunos provenientes de meios sócio culturais carenciados e pertencentes a agrupamentos de escolas da periferia de Lisboa, privilegiando a associação de actividades expressivas associadas a situações de Animação da Leitura e da Escrita, envolvendo jovens e adultos, intervenientes no processo educativo. Este projecto considerou os níveis de iliteracia no contexto nacional, os elevados rácios de insucesso e abandono escolar, bem como certas situações de agressividade evidenciadas por parte de alunos inadaptados.

O projecto decorreu com grande aceitação, tendo sido realizadas anualmente cerca de 50 actividades, com intervenção directa dos alunos, privilegiando, como foi referido anteriormente, a associação de actividades de carácter expressivo, de Animação do Conto Lusófono, da Leitura e da Escrita criativa. Foram convidados especialistas nestas áreas, que realizaram actividades de animação envolvendo alunos e professores bem como outros adultos intervenientes no processo educativo.

Esta experiência proporcionou uma dinâmica de intervenção em contexto, que contribuiu para a definição de novos domínios de formação contínua, realizada a partir do ano de 2002, e permitiu associar a formação no âmbito da Gestão de Bibliotecas e Centros de Recursos, com domínios de animação da leitura e do conto, bem como considerar a necessidade de aprofundar a aprendizagem da língua portuguesa, promovendo a Literacia. No decorrer deste processo no ano de 2004, foi incluída a formação na área da promoção da leitura, do jogo dramático, da animação da leitura e da escrita e da Didáctica da Língua Portuguesa.

Paralelamente, foram equacionadas as necessidades nestas áreas na formação dos não docentes, promovendo competências no âmbito do aprofundamento da Língua Materna, da oralidade, da escrita e no âmbito das novas tecnologias, recorrendo à Internet.

Pode assim concluir-se que, desde 2000, se tem pretendido atingir, entre outros, os seguintes objectivos:

 Organizar acervos e gerir Bibliotecas e Centros de Recursos

 Considerar o seu funcionamento integrado no plano de escola

 Abordar os domínios da literacia de forma interdisciplinar

 Desenvolver competências no domínio da leitura e da escrita

 Envolver na formação contínua, professores auxiliares de educação e outros intervenientes no processo educativo

Considerar estas actividades no âmbito da promoção da competência leitora, como contributos fundamentais para o sucesso escolar, agindo simultaneamente na Prevenção de Conflitos

Considerar, na animação das bibliotecas e da leitura, actividades relacionadas com os domínios expressivos, as animações de contos, recontros e da exploração do jogo dramático.

Assim, o Centro de Formação Maria Borges de Medeiros, desenvolveu um conjunto de acções envolvendo os professores e não docentes das escolas associadas responsáveis pelas actividades de funcionamento das bibliotecas bem como ainda professores da língua portuguesa.

Ano

Síntese da Formação no período de 2001 a 2006 com enfoque nos domínios da literacia e na organização de bibliotecas

Destinatários

2001

Gestão de Bibliotecas e Centros de Recursos, sua Importância na Sociedade de Informação – I

Docentes

2001

Gestão de Bibliotecas e Centros de Recursos, sua Importância na Sociedade de Informação - II

Docentes

2002

Actividades Expressivas e Dramáticas Associadas à Literacia

Docentes

2002

Gestão de Bibliotecas e Centros de Recursos, sua Importância na Sociedade de Informação – I

Docentes

2002

Papel do AAE nos Centros de Recursos e Bibliotecas/ Aprofundamento da Língua Materna

Não Docentes

2003

A Expressão Dramática e o Conto Tradicional

Docentes

2003

Gestão de Bibliotecas e Centro de Recursos

Docentes

2003

Oralidade e escrita na Aprendizagem da Língua Materna

Não Docentes

2004

Gestão de Bibliotecas e Centro de Recursos

Docentes

2004

Actividades para Centros de Recursos e Ludotecas

Não Docentes

2004

Papel do AAE nos Centros de Recursos e Bibliotecas/ Aprofundamento da Língua Materna

Não Docentes

2005

Gestão de Bibliotecas e Centro de Recursos

Docentes

2005

Língua Portuguesa: Promoção da Leitura, Mediadores/ Animadores

Docentes

2005

Animação da Biblioteca Escolar

Não Docentes

2005

Animar a Biblioteca/ Centro de Recursos com a Leitura e a Internet

Não Docentes

2006

Estratégias de Mediação da Leitura e da Escrita na Didáctica da Língua Portuguesa

Docentes

2006

Vantagens da gestão e organização de Bibliotecas Escolares no âmbito da didáctica da língua portuguesa

Docentes

2006

Uma Introdução à Didáctica da Escrita do Português

Docentes

* Directora do Centro de Formação Maria Borges de Medeiros em Benfica - Lisboa

[ Página inicial ][ Página anterior ] 

[Acesso ao sítio da RBE][ Topo da página ]