Visão
pesquisa avançada
pesquisa capas
upload/Conteudos/Loja_Visao1.jpg
px
EspeciaisSábado, 18 Agosto 2007

U2 em Lisboa

O que espera deste concerto?

VotarResultados

Exclusivo Online
A banda irlandesa fecha a digressão europeia de Vertigo perante 52 mil pessoas. É já considerado o concerto do ano no nosso país
VISAOONLINE    15 Ago. 2005

Últimas hipóteses
São os derradeiros passatempos a oferecer bilhetes para o tão esperado concerto dos U2 em Lisboa.

Um é da responsabilidade do Portal Lisboa Jovem, da Câmara Municipal de Lisboa, que aceita participações até às 23h 59 desta sexta-feira, 12. É só responder ao questionário para ficar habilitado a um dos seis bilhetes disponíveis.

O outro é da SIC, que oferecerá um bilhete por cada 2000 chamadas recebidas no número 760 300 800. O regulamento do passatempo avisa logo que o número de bilhetes está condicionado ao stock disponível – podendo ser alterado sem aviso prévio. E que termina também esta sexta-feira, às seis da tarde.

Os U2 sobem ao palco no domingo só perto das dez da noite mas a romaria para ouvir a melhor música do mundo começa antes. Às cinco da tarde, abrem as portas do estádio. Os muitos milhares que dormiram ao relento para conseguir um bilhete vão correr pelos melhores lugares. Está lançada a contagem decrescente para o fim da etapa europeia da digressão Vertigo. O concerto está há muito esgotado – os mais de 50 mil ingressos voaram das bilheteiras no início de Março - e adivinha-se um dos acontecimentos musicais do ano. Esperanças para os fãs de última hora só se os U2 desistirem dos 200 bilhetes que lhes estão destinados...

Os outros números do espectáculo são também vertiginosos. O palco que vai receber os U2 no Estádio Alvalade XXI está a ser montado desde quinta-feira, para transportar todo o material são necessários 70 camiões e na montagem das estruturas estarão envolvidas 300 pessoas, dados da promotora. A segurança no estádio durante o concerto será garantida por 450 agentes da PSP, GNR, corpo de intervenção e agentes à paisana para controlar no exterior a venda ilegal de bilhetes. A promotora garante ainda que os ingressos serão controlados nas várias entradas do estádio por um sistema de código de barras que impede falsificações.

Mais U2
Na edição impressa
A VISÃO em Barcelona

No nosso arquivo
O ultimo album visto pela VISÃO
Alinhamento
Vertigo
I Will Follow
Electric Co.
Elevation
New Year’s Day
Beautiful Day
I Still Haven’t Found
City of Blinding Lights
Miracle Drug
Sometimes You Can’t Make It On Your Own
Love and Peace
Sunday Bloody Sunday
Bullet The Blue Sky
Miss Sarajevo
Pride in the name of love
Where the Streets have no name
One

Zoo Station
The Fly
With or Without You

All Because of You
Yahweh
Vertigo
A quarta vez

É o quarto concerto dos U2 em Portugal, depois da banda ter marcado presença em Vilar de Mouros, em 1982, e outras duas vezes no estádio de Alvalade, em 1993 e 1997.

Nesta digressão que culmina em Lisboa, o quartel-general dos U2 está sedeado em Nice , França, de onde a banda tem viajado para todos os locais de concertos num avião particular - um Airbus - com uma comitiva de 150 pessoas, e para onde deverá regressar depois do concerto em Alvalade.

Segundo o promotor, este concerto poderá parecer menos aparatoso, mediático e exibicionista do que os anteriores – passe os 80 metros de profundidade por 20 metros de largura que o palco tem, mais a muralha de luzes atrás dos músicos, os dois ecrãs gigantes e demais passadeiras vermelhas laterais que culminam junto do público.

Ao contrário das anteriores digressões, onde se destacava o aparato cénico e visual, como na Zooropa Tour e na Popmart Tour, o objectivo da Vertigo Tour é centrar as atenções nos quatro elementos da banda, tal como era no início há quase trinta anos, e assim criar momentos de intimidade com o público.

Campanha pela Pobreza Zero
A Campanha Pobreza Zero promovida em Portugal pela OIKOS, está a sensibilizar e a mobilizar milhões de pessoas no mundo inteiro - e os U2 estão a dar uma mãozinha.

Assim, na sequência da cerimónia de condecoração do líder dos U2, pelo Presidente da República, Jorge Sampaio e Bono assinarão pessoalmente exemplares da biografia Bono por Bono.

A participação nesta iniciativa é simples. Os interessados terão que enviar entre o dia 12 e 31 de Agosto um SMS para o número 4111 e escrever BONO (espaço) nome da editora do livro (espaço) frase sobre os U2.

Exemplo: bono_nomeeditora_fraseU2.

Os lucros liquídos resultantes desta iniciativa revertem a favor da Campanha Pobreza Zero. Cada SMS tem o custo de 1 € (IVA incluido).

Aos vencedores, a Editora Ulisseia irá oferecer os exemplares autografados por Bono e pelo Presidente Jorge Sampaio.

Quem é que não vai querer participar ?
Depois do concerto, o local a ir é o Buddha Bar, há dias a anunciar uma festa para fãs. A Relações Públicas Maya garante que a banda reservou mesmo um piso só para si. Já a promotora do concerto riposta que, depois da actuação, Bono e companhia vão directamente para França. Uma querela para quem é fã mais tarde comprovar...
A banda deverá manter o alinhamento de outros concertos na Europa, abrindo com Vertigo , o primeiro tema retirado do álbum How to dismantle an atomic bomb , que dá o mote para a digressão. Apesar do título remeter de imediato para o terrorismo, no contexto dos recentes atentados bombistas ou no da intervenção militar dos Estados Unidos no Iraque, o álbum é sobretudo composto por canções que evocam uma atmosfera pessoal e familiar.

«Para desarmar uma bomba atómica apenas é preciso amor», afirma Bono , que dedica uma das músicas, Sometimes You cant make it on your own, ao seu pai, recentemente falecido.

A intercalar com temas novos, a banda propõe revisitar o passado e regressar a temas como 11 O'Clock Tick Tock, o seu primeiro single, editado pela Island Records, I Will Follow ou Electric Co.

Haverá ainda outras canções incontornáveis, que Bono tem aproveitado para mostrar a vertente política e falar da actualidade, como Pride in the name of Love, Sunday Bloody Sunday ou One.

É neste tema, retirado do álbum Achtung Baby, que os clubes de fãs portugueses dos U2 querem fazer um cordão humano pela paz, pondo a audiência com as mãos dadas no ar durante toda a canção.

Concerto de grande audiência
Depois do anoitecer

Mas os U2 só vão entrar em cena depois das actuações dos britânicos Keane e Kaiser Chiefs- os primeiros esgotaram há alguns meses o coliseu de Lisboa com o primeiro álbum, Hopes and Fears, e os segundos, que se estreiam em Alvalade, integram na próxima semana o Festival Paredes de Coura, no Minho.

Domingo, no estádio Alvalade XXI deverão estar pelo menos duas gerações de fãs, pais e filhos, que não se importaram de esperar longas horas, dormir ao relento e pagar entre 54 e 100,50 euros, sem contar com os camarotes, para poder assistir a um concerto daquela que muitos apelidam de maior banda do mundo.

Os quatro músicos chegam a Lisboa no próprio dia do concerto e, seis horas antes de subiram ao palco do estádio Alvalade XXI, serão condecorados por Jorge Sampaio com a Ordem da Liberdade pelo trabalho e empenho em causas humanitárias. Depois disso, o Presidente da República também irá assistir ao concerto.

A Vertigo Tour começou a 28 de Março em San Diego, nos Estados Unidos, e estendeu-se à Europa a 10 de Junho, com um concerto em Bruxelas. Até domingo, a banda deu 32 espectáculos em palcos europeus, a maioria esgotados poucas horas depois dos bilhetes terem sido colocados à venda.

Depois de Lisboa, a banda faz uma pausa de um mês e regressa à estrada em Setembro para outros 50 concertos nos Estados Unidos, o que perfaz mais de três milhões de pessoas em todas as actuações da Vertigo Tour .

Condecorados com a Ordem da Liberdade
Aterram em Lisboa pouco depois da hora de almoço e rumam ao palácio de Belém. Os quatro músicos do grupo rock irlandês U2 vão ser condecorados domingo pelo Presidente da República com a Ordem da Liberdade, horas antes do concerto da banda em Lisboa.

A condecoração com o grau de Oficial da Ordem da Liberdade será entregue aos quatro membros no Palácio de Belém às 16h00, cerca de seis horas antes de subirem ao palco do Estádio Alvalade XXI, em Lisboa.

Inicialmente foi apenas anunciada a condecoração ao vocalista dos U2, Bono, conhecido pelo seu envolvimento em causa humanitárias, mas segundo o Palácio de Belém, todos os quatro membros do grupo vão ser condecorados. Segundo fonte da promotora do concerto, Jorge Sampaio deverá depois assistir ao concerto, um dos maiores realizados em Portugal e cujos 52 mil bilhetes estão esgotados há vários meses.

«Ao longo dos últimos 25 anos a banda aliou a sua exposição pública, obtida pelo sucesso musical, à defesa de causas humanitárias e dos direitos humanos», refere o Palácio de Belém em comunicado. A Presidência da República destaca nomeadamente que na década de 90, o «seu envolvimento ao nível da dívida do terceiro mundo foi de relevante importância para o agendamento público desta matéria».

Depois da cerimónia, a banda vai directamente para Alvalade.

Foi a primeira vez que Portugal entregou a Ordem da Liberdade a uma banda estrangeira.

PUBLICIDADE


 

 

 

 

 

 

 

 

 



Deixe aqui o seu comentário





Tem de fazer Login para poder comentar este artigo.







px
pxpxCopyright 2005 EDIMPRESAEdimpresa
Hiperbit
Site optimizado para 1024x760
px