Ler a última notícia

Refém do BES confirma ameaças

Assaltantes chegaram a apontar facas ao pescoço dos reféns

Por: Redacção /AM  |  26-05-2009  19: 47

  • 0 comentários

A versão apresentada por Ana Nunes, na primeira sessão de julgamento do caso do assalto ao BES em Campolide, foi confirmada, esta terça-feira, por Vasco Mendes, também funcionário do banco e refém durante o assalto.

Segundo a Lusa, Vasco Mendes confirmou, ouvido na ausência do arguido no Tribunal da Boa Hora, as ameaças que sofreram de Wellington Nazaré e do seu cúmplice Nilson Sousa.

O funcionário do BES referiu que foi encostado à parede, com as mãos amarradas atrás das costas, e que o ameaçaram várias vezes com uma arma apontada à cabeça.

«O Nilson fez o gesto com uma faca apontada ao meu pescoço caso não lhe déssemos mais dinheiro e, aí, fiquei convencido que me iam matar», explicou Vasco Mendes.

Assaltantes sabiam o que queriam

Vasco Mendes referiu que os assaltantes sabiam o que queriam, estavam bem preparados e em sintonia.

«Quem falava mais era o Wellington, mas em termos de agressividade eram semelhantes», afirmou o funcionário do banco, acrescentando que «em momento algum os assaltantes tiveram intenção de libertar alguém ou de se renderem».

Vasco Mendes afirmou que o assalto teve reflexo no seu comportamento, provocando alterações a nível nervoso, revelando que ainda se encontra a receber acompanhamento psicológico.

«Passado este tempo, quando entram dois rapazes na agência fico assustado», confessou.

O advogado do arguido, João Martins Leitão, afirmou que vai requerer a acareação entre os dois reféns e o arguido e a reconstituição do crime. O julgamento continua no próximo dia 2 de Junho.

Comentar este artigo

pub

Ir para a última notícia

  • 0 comentários

0 COMENTÁRIOS

Comentar
Deixe aqui a sua opinião
O seu nome e apelido:
O seu email:
Título do comentário:
A sua opinião:
* Todos os comentários estão sujeitos a aprovação prévia da equipa editorial do TVI24

Estamos no Facebookmais aqui



Videos do dia

Media Capital | Prisa Media Capital Prisa