Ler a última notícia

Assaltante do BES preso em Caxias

Wellington esteve 11 dias internado e seguiu esta segunda-feira para a prisão de Caxias, após ter sido ouvido por um juiz no TIC

Por: Redacção /CP  |  18-08-2008  23: 59

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) confirmou a prisão preventiva ao brasileiro, Wellington Nazaré, acusado de assaltar a agência bancária do Espírito Santo (BES) em Campolide, disse à agência Lusa o advogado de defesa, João Leitão.

O assaltante que ficou gravemente ferido no assalto ao banco, teve alta médica esta segunda-feira de manhã, segundo nota de imprensa do Hospital S. José.

O boletim clínico do hospital justificou que «o doente está em situação estável e dadas as condições clínicas favoráveis terá alta do Serviço de Maxilo-facial durante o dia».

Sequestrador aparecia no Brasil «com muito dinheiro»

O representante legal de Wellington Nazaré afirmou que o seu cliente «recolheu ao Hospital Prisão de Caxias, por continuar a precisar de cuidado de saúde», e em virtude de um juíz do Tribunal de Instrução Criminal ter confirmado a prisão preventiva do arguido.

O advogado afirmou que «a defesa irá tomar uma posição activa» recusando-se a dar promenores do processo por este se «encontrar em segredo de justiça».

João Leitão disse ainda que vai «tentar alguns elementos que funcionem a favor do arguido, para serem valorados».

A prisão preventiva foi segunda-feira confirmada pelo Tribunal de Instrução Criminal, após uma procuradora ter aplicado a mesma coação mas de caracter provisória, enquanto o arguido estava internado no Hospital de São José.

O brasileiro recebeu segunda-feira alta, cerca das 09:00 da manhã, do serviço maxilo-facial, em que se encontrava desde a tomada da agência bancária pela Policia de Segurança Pública, a 7 de Agosto, e devido a ferimentos na face.

O assaltante recebeu assistência hospital após um tiro da PSP, disparado pela Unidade Especial de Policia e enquanto apontava uma arma a um funcionário do banco feito refém, que lhe acertou na lateral da face.

O homem de 23 anos deu entrada segunda-feira à tarde no Tribunal de Instrução Criminal, cerca das 17:30, sendo acusado de cinco crimes, incluindo roubo e sequestro agravado.

O assalto foi efectuado a 07 de Agosto por dois homens brasileiros à agência do Banco Espirito Santo, de Campolide, às 15:04 da tarde, e fizeram inicialmente seis reféns, sendo quatro libertos logo após a primeira intervenção policial à agência do BES.

Os dois homens que utilizavam armas de fogo, de acordo com a polícia, ficaram então com dois funcionários daquela agência como reféns, obrigando à intervenção do Grupo de Operações Especiais (GOE) que neutralizaram os assaltantes.

A intervenção do GOE, às 23:23 saldou-se na libertação dos dois empregados do banco, a morte de um dos assaltantes e o ferimento na face do segundo assaltante, Wellington Nazaré, através de disparos à distância de atiradores da polícia.

Comentar este artigo

pub

Ir para a última notícia

10Porque?

Bart - 19 Ago 2008 | 22: 31

Já agora gostava de saber porque e que os meus comentarios nunca aparecem! Sera possivel ter uma resposta?

Veja a opinião dos leitoresDeixe aqui a sua opinião
O seu nome e apelido:
O seu email:
Título do comentário:
A sua opinião:
* Todos os comentários estão sujeitos a aprovação prévia da equipa editorial do TVI24

Estamos no Facebookmais aqui



Videos do dia

Media Capital | Prisa Media Capital Prisa