Empresas/Finanças

15:18

Venda do BES Miami está iminente

Maria Teixeira Alves
Venda do BES Miami está iminente

O Presidente do Conselho de Administração ES Bank, Mark North, já anunciou a saída do cargo, com efeitos imediatos devido à venda iminente do banco, que pode ocorrer esta semana. O preço deverá rondar os 10 milhões de dólares (9 milhões de euros).

Mark North, presidente do Banco Espírito Santo Miami, anunciou que vai sair da administração do ES Bank, com efeitos imediatos. O que é explicado, informalmente, por a venda estar prestes a ser concretizada.

O chairman do banco com sede em Miami está na instituição há 11 anos, e segundo uma informação oficial "decidiu dedicar-se a outros desafios". Mark North foi ainda o CEO do banco que era da família Espírito Santo até 2012.
"Estamos gratos a Mark pelo seu serviço na nossa equipa de liderança e desejamos-lhe todo o sucesso nos seus novos desafios", disse G. Frederick Reinhardt, presidente e actual CEO do ES Bank à imprensa local. "A venda iminente do banco a novos investidores é uma boa notícia para o segundo trimestre do Banco Espírito Santo", acrescentou.

A porta-voz do banco, Dindy Yokel, disse que o banco está à espera dos documentos que serão assinados antes de libertar informações sobre os compradores.

Fonte próxima do banco, em Miami, revelou que a família venezuelana Benacerraf terá apresentado uma proposta de compra de cerca de 10 milhões de dólares(9 milhões de euros), ao qual deverá acrescer uma injecção de capital de 15 milhões de dólares (13 milhões de euros), de forma a repor os rácios para o nível legalmente exigido.

A operação, mesmo que decidida agora, deverá levar nove meses até estar concluída, com as autoridades norte-americanas a analisarem exaustivamente o perfil do comprador.    

O Banco de Portugal acompanha a venda do BES Miami que com a medida de resolução de Agosto de 2014 passou para o BES 'mau'.

Os reguladores norte-americanos e do Estado da Florida deram ordens para vender o Espírito Santo Bank assim que a casa-mãe Banco Espirito Santo foi alvo de uma medida de resolução pelo Banco de Portugal. A decisão de passar o BES Miami para o BES mau, assim como o colapso do GES levaram a perda significativa dos depósitos do banco em Miami.

O Wall Street Journal noticiou em Março que a família venezuelana Benacerraf estava em negociações para comprar o Espírito Santo Bank.

Os reguladores aplicaram recentemente ao Espírito Santo Bank, uma ordem de execução para a resolução de problemas com a Lei de Sigílo Bancário e com a lei anti lavagem de dinheiro (acordo de consentimenti). Em simultâneo há uma investigação federal a decorrer sobre transacções do banco em Miami com o ES Panamá.

De acordo com o relatório de auditoria especial ao BES, também conhecida por auditoria forense, elaborado pela Deloitte a pedido do Banco de Portugal, a exposição do ES Bank Panamá e ESFIL (ESFG) face à ESI e ES Resources aumentou cerca de 699 milhões de euros entre fim de Dezembro de 2013 e primeiro semestre de 2014.

(Actualizado com informações sobre o preço de venda e data da operação)

Recomendadas

x

Social

x
    0 LEITORES ONLINE

    Comentários

    "O Económico apela aos leitores para que utilizem este espaço para um debate sério e construtivo, dispensando-se, para o bem de todos, o insulto e a injúria gratuitos. Desaconselha-se o uso exclusivo de maiúsculas e a repetição de comentários. Comentários inadequados devem ser denunciados e quando tiverem mais de cinco denúncias serão eliminados. O IP do leitor não será revelado mas ficará registado na base de dados".

    Trending now

      ir para o topo