Nacional
Vasco Pereira em 11 de Março de 2016 às 17:35
Fotos: Marta Cruz apoiada pelo namorado no relançamento do seu livro “As Outras Vítimas”

Marta Cruz teve direito a casa cheia no lançamento da 2.ª edição do seu livro, “As Outras Vítimas: Relatos Inéditos das Vidas Atingidas pelo Processo Casa Pia”, que decorreu na Fnac Vasco da Gama. Além de muitos admiradores, que se mostraram
fiéis seguidores da ex-concorrente de “A Quinta”, a filha de Carlos Cruz recebeu o apoio de toda a família e de vários amigos neste dia especial.

Ausente esteve apenas o pai, que, antes de a sessão começar, telefonou a Marta para lhe desejar sorte: “Sei que ele está cá de coração. Isto é tudo por ele, é uma pequena forma de ajudar a repor alguma verdadee, pelo menos, de fazer com que as pessoas entendam o sofrimento que nós passámos e que continuamos a passar. Já são 13 anos onde nada é concreto...”, disse Marta Cruz, de 31 anos.

Depois de ter conquistado o segundo lugar no reality show da TVI, a vida da ex-modelo mudou radicalmente, muito devido ao seu namoro com Gonçalo Quinaz, por quem se apaixonou dentro de “A Quinta”.

“Saí de lá uma mulher mais completa. Saí com outra pessoa e com um sentimento. Sou uma mulher de amor, que tem necessidade de amar”, explicou, garantindo, porém, que quer viver com calma cada fase deste romance: “Não queremos filhos nos próximos anos. Na realidade, já somos cinco e estamos bem assim. Temos muitos projetos, vamos mudar de casa, 
vamos começar a morar juntos... Há etapas.”

Ao lado da autora estava exatamente Gonçalo Quinaz, que se revelou um namorado muito orgulhoso e apaixonado. “Poder partilhar este dia com ela é bastante gratificante e importante. Já a elogiei diversas vezes pela mulher guerreira que foi e que continua a ser em relação a este assunto”, confessou o futebolista, de 30 anos.

Depois de ter lido o livro, Gonçalo não ficou com dúvidas de que Marta é uma pessoa cheia de força: “Acima de tudo, acho que tenho uma grande mulher, superinteligente.”

O casal regressou recentemente de umas férias românticas em Itália: “Foram ótimas. Deu para descansar, que era uma das coisas que nós queríamos, além de podermos conhecer Veneza.” 

De regresso a Portugal, e definitivamente, está também a mãe de Marta, Marluce. “Voltei depois de 13 anos. Com a história do Carlos, nós separámo-nos e só agora é que estamos a unir-nos. Foi uma dor muito grande vivermos separados, com saudades, durante muitos Natais, muitos aniversários… Foram situações que eu acho que ninguém imagina. Foi mesmo muito duro. Agora estamos, pouco a pouco, a habituar-nos a ser felizes de novo".

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção